St. Patrick’s Day

Hoje, quarta-feira, dia 17 de março, é o dia de São Patrício, padroeiro da República da Irlanda e da Irlanda do Norte. Não, eu não virei religioso e muito menos fui morar nos países em questão – quem dera tivesse ido. Sim, só gosto desta data porque é uma desculpa ótima pra sair de casa em plena quarta-feira, só pra beber. Quer motivo melhor pra comemorar data religiosa? Pois é, então porque eu não vou à missa? Porque curar ressaca de sábado à noite com vinho, logo no domingo pela manhã, não dá certo.

Alguns dos símbolos principais, tanto desses países, quanto do feriado, são os famigerados Leprechauns (pronuncia-se /LÉP-re-káum/) – vide Wikipédia. Ele é tido como o sapateiro do povo das fadas, sempre ocupado a trabalhar em um único pé de sapato. Normalmente, eles usam roupas verdes e são ruivos. Mas existem variações. Provavelmente você os conhece por duendes. Ah, e eles vivem no final do arco-íris, de verdade.

Outro símbolo é o trevo de quatro folhas. Você já sabe disso e com certeza sabe do que estou falando, então basta por a foto pra exemplificar.

Não que eu saiba muito sobre a história do feriado, mas pelo que entendi, ao estudar (viu só ao que eu me submeto pra escrever essas coisas pra esse maldito pseudo-blog?) sobre o assunto, é que, de santo, São Patrício não tem nada. Ele nasceu na parte galesa da Grã-Bretanha, onde morou até seus 16 anos. Então, foi capturado e vendido como escravo a alguns “empresários do ramo” na Irlanda. Fugiu e depois voltou atrás, retornando a ilha mítica para pregar o Evangelho.

Tem muito mais que isso na história desse rapazinho, mas agora não é importante. Afinal, o objetivo do post não é angariar fiéis. Como já disse, a data é uma ótima oportunidade para beber até cair ouvindo uma boa musica de Irish Pubs. A intenção deste dia é viver como um irlandês típico. Ou seja, como diria um amigo meu: a drink, a drink, a drink, a fight. Ou vai dizer que você nunca quis quebrar uma garrafa de cerveja na cabeça de alguém durante uma briga de bar?

Então, não pense duas vezes. Ponha uma camiseta verde, um chapéu estiloso, peça dispensa do trabalho e vá para o pub mais perto de casa disposto a entornar baldes de cerveja Guiness.

Falta trilha sonora para a festa? Não ponha U2, são frouxos demais para o melhor do Irish Punk, a legítima música de bêbado para bêbado.

Não falta mais.

“Proud to be Irish.”

Uma resposta para “St. Patrick’s Day

  1. só faltou falar dos dropkick murphys! irlanda é muito foda!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s