Franz Ferdinand bota fogo na cidade!

Valeu cada centavo, cada suor e cada dia esperado desde a primeira apresentação em 2007. O Franz Ferdinand, em noite inspirada, diga-se de passagem, soube incendiar a platéia da Fundição Progresso. E as surpresas começaram antes mesmo dos rapazes subirem ao palco. O Moptop, banda de abertura, superou as expectativas, de quem ainda não conhecia sua obra, com músicas bem arranjadas aliadas a bastante energia no palco, tirando-se pelo guitarrista, que se envergava todo para tocar solos bem simples.

Começando a apresentação, por volta dos 10 primeiros minutos já do dia 20, o Franz ficaria no palco por pouco mais de 2 horas, bem no dia do aniversário de 38 anos (!?) de seu front-man, Alex Kapranos. A abertura ficou a cargo de Bite Hard, do segundo álbum do grupo You Could Have It So Much Better, que compôs uma intercalação com o primeiro álbum, Franz Ferdinand, já que na seqüência vieram, nesta ordem, The Dark Of The Matinée, Do You Want To (primeiro grande momento do show), que comoveu com o coro de “You lucky, lucky, you’re so lucky!” e Auf Achse, surpresa da apresentação. Vale dizer que esta primeira quadra foi muito celebrada pelo público todo, que cantou avidamente junto do quarteto.

A primeira música do novo álbum, Tonight: Franz Ferdinand, tocada foi No You Girls que também figurou em uma intercalação com o primeiro álbum. O grupo tocou, portanto, em seguida Tell Her Tonight, Can’t Stop Feeling e, para delírio de todos os presentes, a tão aguardada Take Me Out, que, obviamente, não poderia faltar.

Mais 6 músicas se seguiram até o intervalo. Destaques merecidos foram Ulysses, com seu infalível lalalá, e Outsiders, que se encerrou com uma sensacional percussão composta pelos 4 integrantes. Esse é o tipo de momento que faz valer cada centavo que se paga num show, afinal, percebe-se toda a vontade com que os rapazinhos escoceses tocaram esse arranjo especial.

Antes do retorno ao palco, durante a pausa, o público materializou um coro magnífico de This Fire, claramente pedindo que fosse tocada. Mal sabiam que isso já estava nos planos da banda! No bis, ao contrário do que é comum, o Franz Ferdinand tocou 7 canções, é, isso mesmo, 7 músicas. Isso me fez pensar que talvez o nome certo não seja ‘bis’, mas ‘breve pausa’, mas como não cheguei a conclusão alguma, deixei ‘bis’ mesmo.

O retorno foi com uma versão explosiva de Walk Away, seguida por Come On Home, What She Came For e All My Friends. A anti-penúltima música, Van Tango, não foi tão celebrada pelo público, talvez por não figurar em nenhum álbum de estúdio do grupo, mas os poucos que sabiam de a letra de trás pra frente não deixaram de pular e cantar junto por causa disso.

O show se aproximava do fim, e foi então que um frisson tomou conta da casa: This Fire. A canção pedida durante o ‘breve intervalo’ finalmente seria tocada e ninguém ficou com os pés no chão durante o refrão. Abaixo, o finalzinho da canção, com qualidade de som sofrível, mas dá pra ter uma idéia.

Para finalizar, uma versão eletrônica de Lucid Dreams, que, diga-se de passagem, tem duas versões: uma pré-album e outra pós-album. Cada um se despediu separadamente, começando por Alex Kapranos. Em seguida, a despedida do enérgico guitarrista Nick McCarthy. O baixista Bob Hardy finalmente se mecheu e agradeceu ao público. E quem ficou pra fechar o show foi o baterista, insano, vale lembrar, Paul Thomson.

Ao final da apresentação, um brinde com champagne ao aniversário de Alex. Tomados pela energia do momento, tanto Alex quanto Nick resolveram dar uma de fãs e fazer um moshing, básico, né? O árduo trabalho de tirá-los do meio do público foi dos coitados dos seguranças.

O show valeu muito à pena, quem não foi, perdeu. Se o intervalo for o mesmo, só em 2013 os caras voltam, embora tudo aponte a uma diminuição nesse tempo de espera. Provavelmente, mais uma vez vai valer esperar. Em tempo: sem sombra de dúvida esse show estaria em um possível futuro Top5 – Shows Que Eu Já Fui. Não perca tempo e vá assistir vídeos do show no YouTube!

Ah, o Set List dos caras é um show a parte!

Tem cada nome engraçado...

Traduzindo a foto:

1- Bite Hard
2- The Dark Of The Matinée
3- This Boy
4- Do You Want To
5- Auf Achse
6- No You Girls
7- Tell Her Tonight
8- Can’t Stop Feeling
9- Take Me Out
10- Turn It On
11- The Fallen
12- Michael
13- 40′
14- Ulysses
15- Outsiders
Bis
16- Walk Away
17- Come On Home
18- What She Came For
19- All My Friends
20- Van Tango
21- This Fire
22- Lucid Dreams

OBS: Eles trocaram a posição da música Van Tango, tirando ela da primeira parte e jogando para o Bis.

Segundo informações, os caras do Franz seguiram do show direto para a festa Candy Party, no Teatro Odisséia, bem ali do lado da Fundição Progresso. Por essas e outras que me pergunto, porque eu fui pra casa?

Cotação (1-5): 4,5

Uma resposta para “Franz Ferdinand bota fogo na cidade!

  1. Pingback: Perdoa-me, senhor! « Pseudo-blog do Tio Andy

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s